Entrevista com um grande nome do Porngore, Slammer Rapist. (2014)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entrevista com um grande nome do Porngore, Slammer Rapist. (2014)

Mensagem por Wendigo em Qui Jul 28, 2016 12:48 am




Como você conheceu o Horrorcore e porque entrou na cena?

Slammer: Já ouvia vários sons, BrothaLynch Hung, Gravediggaz, Necro, Insane Clown Posse, mas não sabia que era Horrorcore.
Eu achava que era alguma fita de Gangsta Rap ta ligado, foi em 2010, eu estava procurando por gangsta Rap brasileiro, curto Gangsta pra caralho, foi quando, encontrei Bulldog Fantazma, curti o som do cara, mas eu via que ele era colocado como Horrorcore, ai eu pensei, que porra é essa de Horrorcore, vou procurar saber, ai vi e curti a ideia, a ideologia, então conheci o Horrorcore via Bulldog Fantazma, a partir disso fiquei sabendo que eu já ouvia horror, e que alguns MC'S que eu ouvia eram horror, ai comecei a ouvir uns sons do Smorf que é do Laddu Cego com o Bulldog Fantazma, e depois fui conhecendo outros MC'S.
Entrei na cena curtindo o som mesmo, vi que a ideia era aquilo fazia parte de mim, eu me identifiquei totalmente com a parada, aí então comecei a fazer algumas merdas até lançar o meu primeiro álbum.

Para você o que significa gore?

Slammer: Gore, que tem por tradução, sanguinolento, é isso aí mesmo, algo agressivo ao extremo, algo que a sociedade hipócrita sente repulsa, nojo e náusea, e isso é algo que me agrada.

Você ta ai na cena bem dizer já fazem 2 anos certo? esse ano ai começou uma nova geração, surgiu nomes como Deathcross, Joens Gore, SEMDÓ que ta desde o ano passado ai também, Você acha que eles são realmente o futuro o Horrorcore?

Slammer: Então true, eu comecei mesmo em 2012, sendo que meu primeiro álbum, gravei no final desse ano para o começo de 2013, onde em 2013 foi o lançamento, bom sobre eles, acho que sim, o futuro do Horrorcore pertence a todo aquele que leva a sério a parada e tem compromisso, o cara pode tá a mais de 10 anos na cena e o outro a alguns meses, só que se ele não tiver compromisso e fizer por brincadeira, ai o cara é só mais um oportunista esperando o Horrorcore ir pro Mainstream pra começar a lucrar milhões com isso, Só que vai esperar sentado,
por que isso nunca vai acontecer, é bem pouco provável, mas se algum dia acontecer, aí paro de fazer Horror.

Como foi sua entrada no Hand of Death?

Slammer: Eu pedi pro Tagman (Risos), Ai ele viu que eu tinha comprometimento com o barato e que eu tava afim sem frescura aí me colocou, mas eu pedi também pra fortalecer, ajudar o barato a ficar forte.

Nesses 2 anos de você na cena, você acha que mudou em algo ou não?

Slammer: Não entendi muito bem a pergunta bro, "eu mudei em algo" ou "a cena?"
Se for eu, acredito que sim, falo sobre as minhas composições ta ligado, agora sobre a cena, ela tá crescendo, mas claro, sempre no underground.

Tem namorada? se tiver o que ela acha do seus Porngore?

Slammer: Tenho nada mano, já tive e ela gostava, inclusive ainda falo com ela, e ela curte meus sons mano.
Tem umas minas que tem medo de mim por conta dos meus sons ta ligado, mo brisa (risos).

Se você tivesse que escolher alguém para comandar o inferno com você, quem seria?

Slammer: Ninguém, eu comandaria sozinho, seria uma orgia só de ninfetas comigo junto, os homens eu mataria empalados.

O que te inspira?

Slammer: Filmes Trash e de terror, livros, matérias, noticias e claro, a música extrema em geral.

Ta com algum projeto novo ai pra lançar?

Slammer: Então mano, eu vou lançar em breve meu novo álbum chamado "Invencível", mas além dessa fita, eu to escrevendo um livro do gênero horror/suspense, o nome do livro será "Nascido em Trevas", ainda não tenho previsão de lançamento, até porque ainda tô escrevendo.

Para você Horrorcore é vida? se for como é essa vida?

Slammer: Claro, Negatividade, pessimismo, violência.

Porque do nome Slammer e quais são os temas que você mais gosta de compor e o porque disso?

Slammer: Eu sou dono de uma página no facebook chamada "In The Name of GORE", essa é a terceira já, ela já foi excluída pelo facebook duas vezes devido a publicações de necrofilia, incesto e estupro, daí parei de postar essas fitas e fiquei em som mesmo. Na página eu usava o nick "Insane Rapist" que seria Estuprador Insano em inglês, só que como eu curto Slamming Brutal Death Metal pra caralho, troquei o 'Insane' por 'Slammer', ficando então "Slammer Rapist", a tradução seria 'Estuprador Espancador' ou 'que espanca'. O Slammer vem de Slamming.
O tema que eu curto compor é porngore, por que é algo que a sociedade repudia, e sente nojo.
Em um dos meus sons, a música chamada "Kama Sutra da Dor", eu falo no refrão:
"Kama sutra masoquista, kama sutra da dor,
você chama de estupro, eu chamo de inovação no amor,
você não aceita porque tem morte, sangue e muita dor,
mas pensaria ao contrário se fosse um esporte da globo."
Se fosse algo que a globo mostrava como bom, todos iriam gostar.

Valeu ae pela entrevista, para terminar manda um salve pros seus fãs

Slammer: Firmeza, é nós mano, eu quem agradeço por isso true, trevas a todo aquele que ouve minhas merdas, e valeu pelo reconhecimento, é tudo nosso, valeu!
avatar
Wendigo
Membro de Elite

Mensagens : 118
Pontos : 930
Reputação : 22
Data de inscrição : 18/07/2016
Idade : 18
Localização : Jundiaí

https://www.facebook.com/groups/620774688036026/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum